Upskill Platform

Senso de propósito no trabalho

Com o avanço dos conceitos de employer branding e employee experience, e com as exigências trazidas pela aplicação das práticas de ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa), não dá mais pra ignorar a necessidade de alinhar valores dos colaboradores com o de suas empresas, seja na atração ou na retenção de talentos.

Senso de propósito no trabalho

Isto é o que seus colaboradores estão procurando

Não é mais possível ignorar a necessidade de alinhar os valores dos colaboradores com os de suas empresas. Isso porque, seja para atrair ou reter talentos, o resultado final é que os colaboradores querem um senso de propósito no trabalho. E é um efeito natural do novo cenário. Os conceitos de Employers branding e employee Experience estão avançando. E a exigência de práticas ESG (Ambiental, Social e Governança Corporativa) estão ganhando relevância.

“A pesquisa Employer Branding Research 2021, feita pela consultoria Randstad, mostrou que 80% dos líderes de organizações concordam que uma marca empregadora forte gera um impacto significativo na capacidade de contratar uma boa força de trabalho. E 96% dos profissionais concordam que o alinhamento dos valores pessoais com a cultura da organização é um fator chave para a satisfação de trabalhar em uma empresa.”

Esses resultados da pesquisa foram publicados na edição de julho de 2021 da Revista Exame, mostrando a relevância de fortalecer a imagem da marca junto aos colaboradores, tanto quanto é feito com os consumidores.

Não dá mais pra ignorar a relevância de alinhar valores

Os valores são o alicerce no qual pessoas e negócios se fundamentam para tomar suas decisões mais importantes. Mesmo que eles não estejam listados ou explícitos para todos, eles estarão presentes no dia a dia corporativo, expressos pelos hábitos das lideranças, seu comportamento e forma de se relacionar com as equipes.

Como citado por Peter Senge, em seu livro A quinta disciplina, o comportamento do líder que vai influenciar a cultura no ambiente de trabalho, e não as regras, por mais que elas tenham sido criadas com boa intenção. Se o líder quer reduzir o burnout, reduzindo o expediente de trabalho dos colaboradores, ele precisa dar o exemplo. Senão, a regra diz para trabalhar 40 horas semanais, mas o líder, que trabalha 70 horas por semana, é que representa um verdadeiro herói, aquele que realmente se importa com o negócio, e que cresce e lidera a empresa.

As regras oficiais e o comportamento da liderança precisam estar alinhados, porque as pessoas tendem a seguir exemplos e não normas que existem só em teoria. Os valores com os quais os colaboradores vão buscar se alinhar são os praticados e não os idealizados.

Atentos a este detalhe da autenticidade dos valores, é preciso ter claro qual é o impacto positivo que a empresa quer promover na sociedade, para que a motivação e o engajamento dos colaboradores não sejam comprometidos.

Como definir propósito e valores impacta nos resultados do negócio

Declarar o propósito da empresa vai impactar a performance dos times e, por consequência, os resultados do negócio, como relatou Rupert Younger, fundador do Centro de Reputação Corporativa da Universidade de Oxford e presidente da Enacting Purpose Initiative, uma parceria multi-institucional que trabalha para estabelecer as melhores práticas em torno da governança de propósitos:

O trabalho feito por George Serafeim em Harvard e por outros também vincula fortemente a atividade intencional com melhorias de produtividade e desempenho impulsionadas pelo engajamento dos colaboradores. A questão é que o propósito não vem às custas da lucratividade, mas, em muitos casos, leva a um desempenho superior.”

Compartilhar os mesmos valores e o mesmo propósito no trabalho é fundamental para aumentar a sensação de pertencimento e fomentar a colaboração, pontos críticos da retenção de talentos. Afinal, se a empresa já contrata pessoas alinhadas à sua cultura, os times terão mais facilidade de trabalhar juntos, criar vínculos verdadeiros e inovar.

Como um artigo da McKinsey descreve: “[os colaboradores] querem um senso de propósito renovado e revisado em seu trabalho. Eles querem conexões sociais e interpessoais com seus colegas e gerentes. Eles querem sentir um senso de identidade compartilhada”.

Então, como aprender a fomentar um trabalho intencional nos seus times?

Um bom começo é detectar quais são os valores de cada membro da equipe e, juntos, buscarem pontos de convergência com os valores e propósito da empresa. 

E, sempre que for feito processo seletivo para novas vagas, considerar os valores e propósito do candidato com o trabalho como um dos parâmetros para determinar quem deve ser contratado.

Tem sido uma tendência cada vez mais comum os candidatos selecionarem as empresas onde querem trabalhar com base neste critério.

Quer saber como sua empresa pode ser mais atrativa aos melhores talentos, alinhando o propósito no trabalho em equipe?

Agende uma demo da nossa plataforma, clicando aqui.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Summary

Nunca perca um insight.
Assine a nossa newsletter!

"*" indica campos obrigatórios

Nome*
Authorized*

Últimos artigos

Group of business workers standing with hands together doing symbol at the office
Emotional Intelligence
Aline Daher

4 táticas para seu time ser + resiliente

Num cenário de mudanças rápidas e constantes, é comum que haja grande incerteza e uma dificuldade em se adaptar de maneira ágil sem perder desempenho. Para vencer esses desafios, é preciso que seu time seja + resiliente, para que prosperem diante das adversidades e possam aprender com elas.

Saiba mais »

Agende uma demonstração

Desenvolva sua equipe, faça sua empresa crescer