Upskill Platform

Mude a maneira como suas equipes são lideradas

Loud quitting, quiet quitting, lazy job, coffee badging estão desafiando as empresas a manter a produtividade e performance dos times e do negócio, num ambiente de trabalho remoto ou híbrido. No entanto, é certo que o comportamento das pessoas mudou, impulsionado pela pandemia e consolidação de um mundo híbrido, seja para viver, consumir, como para trabalhar.

Mude a maneira como suas equipes são lideradas

Loud quitting, quiet quitting, lazy job, coffee badging estão desafiando as empresas a manter a produtividade e performance dos times e do negócio, num ambiente de trabalho remoto ou híbrido. No entanto, é certo que o comportamento das pessoas mudou, impulsionado pela pandemia e consolidação de um mundo híbrido, seja para viver, consumir, como para trabalhar. O relatório da pesquisa State of Global Workplace 2023, da consultoria internacional Gallup, concluiu que é preciso mudar a maneira como suas equipes são lideradas.

Nova tendência da Geração Z no trabalho

Segundo matéria publicada pela Exame, “Lazy Job: o que é a nova tendência da Geração Z e o impacto dela para a sua carreira”, traz pontos desse novo modelo de trabalho que vem sendo exigido por muitos profissionais:

  • Trabalho com horários flexíveis (de preferência remoto ou híbrido)
  • Oferece bons salários, de acordo com o mercado,
  • Trabalho menos estressante e,
  • Foco no equilíbrio entre trabalho e vida pessoal (a ideia é ter tempo e liberdade para cuidar da saúde física e mental, e não apenas trabalhar).

A liderança está despreparada para os novos desafios

Segundo o State of Global Workplace 2023, a falta de preparo dos líderes para lidar com essas mudanças de expectativas, anseios e comportamento das pessoas no trabalho é o principal fator de insatisfação dos colaboradores e da baixa produtividade em empresas do mundo todo. 

O despreparo dos líderes vem por conta de duas principais causas. Uma delas é o conflito geracional de valores, o modo com que líderes de gerações anteriores encaram o trabalho é muito diferente das novas gerações. A segunda possível causa é a incapacidade dos líderes em compreender a extensão da mudança acelerada do mundo, durante a pandemia, e daqui pra frente.

O reflexo do despreparo é a perda de talentos e o baixo engajamento, que já custa mais de $8 trilhões para a economia global e que impacta a sociedade como um todo e não apenas o lucro das empresas isoladamente. 

Para lidar com esses novos desafios, os treinamentos tradicionais já não resolvem mais as necessidades atuais da liderança que são: a extrema personalização do desenvolvimento  de cada líder, a compreensão dos anseios das diferentes gerações, e a consequente geração de resultados promissores para as empresas.

E se você soubesse o que seus membros de equipe desejam que seja melhor no ambiente de trabalho, em termos de cultura e bem-estar?

Fizemos uma curadoria dos principais anseios compartilhados na pesquisa da Gallup:

Cultura e engajamento das equipes

  • Ter reconhecimento por minhas contribuições
  • Ser respeitado
  • Ter oportunidade de aprender mais
  • Que os gerentes fossem mais acessíveis e nós pudéssemos falar abertamente
  • Que tivessem metas mais claras e uma liderança forte
  • Que dessem mais autonomia no trabalho para estimular a criatividade de todos

Bem-estar das equipes

  • Menos horas extras
  • Mais dias de trabalho remoto
  • Intervalos maiores para comer sem pressa
  • Comunicar mudanças com antecedência para organizar o tempo livre
  • Intervalos e espaço para descanso no meio do expediente
  • Que a vida e a saúde dos colaboradores fossem levados a sério

E, você, sabe quais são as expectativas de suas equipes sobre o ambiente de trabalho?

Que tal começar entendendo se eles se identificam com os anseios listados acima?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Summary

Newsletter

Assine nossa newsletter e mantenha-se atualizado.

Últimos artigos

Uma mulher com cara de sobrecarregada por estar ocupada demais
Intuitive & Creative Mind
Aline Daher

Busyaholic: como parar de se ocupar e inovar?

Você passa mais de 8 horas trabalhando, mas, no fim do dia, sente que não fez o suficiente? Tem a sensação de correria, de não ter tido um momento de tranquilidade, mas não produziu nada relevante ou não criou nada novo? Se você disse “sim” a alguma das perguntas acima, é provável que faça parte do time dos busyaholics. O busyaholic não só trabalha o tempo todo, mas sente necessidade de estar ocupado o tempo todo. Por esta razão, não dedica tempo ao ócio, tão relevante para a criatividade e performance. 

Saiba mais »
fit cultural
Liderança do futuro
Aline Daher

Fit cultural inclusivo: para além do recrutamento

Fit cultural é um termo que se aplica, normalmente, ao alinhamento de um candidato a determinada vaga, no processo de seleção de uma empresa. No entanto, quando restringimos esta prática à entrevista de seleção de um novo colaborador, podemos estar ignorando o fato de que a cultura organizacional sofre mudanças ao longo da história de uma empresa, e que seus colaboradores e políticas precisam se adaptar, do contrário, seria necessário trocar todas as equipes a cada mudança de cenário.

Saiba mais »

Agende uma demonstração

Desenvolva sua equipe, faça sua empresa crescer